O Sim e o Não das Bolsas

Não

# Se você é baixinha, evite uma bolsa enorme. Se é alta, evite uma bolsa muito pequena. Em ambos os casos, fica parecendo que não é sua. No primeiro caso,pegou emprestada da mãe,e no segundo, da sobrinha.

# Bolsas coloridas – vermelhas, amarelas, etc. – não precisa necessariamente (mas pode) combinar com o sapato. Aliás, é melhor mesmo que você não compre um sapato amarelo só para combinar com a bolsa…

# Bolsa de camurça, pesadona, fica melhor no inverno. No verão prefira algo mais leve e colorido.

# Bolsa de tecido devem estar sempre limpinhas. Se não podem ser lavadas, melhor escolher outro modelo. É muito feio andar por ai com aquela bolsinha encardida. De camurça ensebada, nem se fala.

# Tudo envelhece na vida, minha amiga, inclusive a sua Louis Vuitton. Não tem coisa mais decadente que aquela bolsa caindo aos pedaços, mas só porque é uma LV legítima você continua usando. Se fosse lá da ponta de estoque já estaria no lixo há muito tempo…

# Se há seis anos você comprou uma Gucci, pagou os tubos e usou pouquíssimo para não estragar, sinto informar, mas você fez um péssimo negócio. Comprou, pagou, tem que usar. Não tem que ficar guardando. Agora taí você, com sua bolsa novinha em folha, mas completamente fora de moda.

# Você viu na vitrine aquela bolsa ma-ra-vi-lho-sa, mas ela custa 6 meses do seu aluguel. Então, decide comprar o modelo menorzinho, que custa só 3 meses do aluguel do apê. Pois bem, agora você anda todos os dias com a coitada da bolsinha arregaçada, de tanta coisa que põe lá dentro e não cabe. Seria muito melhor ter comprado uma mais barata e maior.

# Bolsa- mochila. Acho que já deu o que tinha que dar. É muito prática, mas deselegante. E repuxa a camisa, entorta o vestido etc.

# Bolsas de noite; devem ser menorzinhas. Sair à noite com aquele bolsão de feira, só se for para dar flagrante no marido. Serve de arma.

# Bolsa falsificada – dá para ver que é falsa. Pelo acabamento, pelo material usado e pelo seu salário. E se sua amiga insiste em convencer você de que a LV dela é de verdade, você pode testar. Dizem que basta acender um isqueiro perto da bolsa; se ela queimar, é falsa, porque é de plástico. E você descobre que sua amiga bestinha estava mentindo. Mas também, que diferença faz? A essa altura você já perdeu a amiga, que está tendo um ataque histérico tentando apagar o incêndio…

Sim

# Bolsa práticas, que abrem e fecham rápido. Aqueles modelos com senha e acesso, um prego em cima do zíper, que por sua vez fecha um fundo falso etc. etc., não rolam.

# Prefira sempre uma bolsa neutra, de qualidade, para todos os dias. E, para variar, umas mais excêntricas, para lhe dar um estilo pessoal.

# Bolsas de materiais alternativos, já que as de couro custam muito caro. Hoje em dia existem bolsas de borracha, de materiais sintéticos, de feltro etc. Basta escolher um modelo que seja adequado à ocasião. Agora, as de napa, curvim e o tal couro ecológico, NÃO!!!!

# Bolsas enviesadas. Dão um ar jovem e deixam as mãos livres. São ótimos e seguras se forem modelos feitos para se usar assim.

# Bolsas de marca. Sim, são verdadeiras obras de arte, mas há modelos que são exageradamente “publicitários”. Tipo aquela que tem o nome da marca escrito bem grande por toda a alça. Você paga uma nota preta achando que está abafando e na verdade faz papel de novo-rico.

# Bolsas coloridas. Dão um toque a uma roupa mais neutra.

# Bolsas de verniz, a meu ver, são muito chiques.

# Bolsa mole. É muito mais cômoda e cabe um monte de coisas. Aquelas bolsas duras, com fundo fixo, são difíceis de carregar e ocupam muito espaço. Vazias já são pesadas, imagine depois que você colocar tudo dentro.

Mas, no final, sabe qual é a melhor opção mesmo?Sair sem bolsa! Se você conseguir é claro, eu não consigo. Existe maior sensação de liberdade que sair de mãos abanando?

Anúncios

5 comentários sobre “O Sim e o Não das Bolsas

  1. Loana

    Adooooro bolsas, mas sou básica, não gosto de coloridas por que dependendo da roupa que colocar não fica legal mesmo, e o tempo é curto pra ficar toda hora mudando as tralhas de uma bolsa para outra.

    Bjos

  2. Mana, eu até posso, sabe, meu marido ganha muuuito dinheiro, sabe? Eu posso mesmo comprar uma LV legitima, mas nao compro pq acho um absurdo pagar aquele horror em uma bolsa enquanto um monte de criancinhas passam fome no Brasil…..

    Colou???

  3. A Jane tem razao, Lu minha amiga , vc nao imagina o que è uma imitaçao perfeita, seja no material, seja no acabamento, e o pior è que elas tb ficam quase perfeitas no preço, uma falsificada bem feita è quase o mesmo preço aqui na Italia da original qdo chega na liquidaçao (na mudança de coleçao na Italia eles colocam liquidaçoes de ate 60%)…palavras de quem entende do assunto, pode confiar…kkkkkkkk…beijao!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s