A galinha do vizinho bota ovo amarelinho?

Já que Janoca disse que estou aqui para animar, meu post de hoje é sobre um assunto prá lá de  desanimador: CASAMENTO. E, ao contrário do post da Jane, estou falando sobre o casamento em si, aquela coisa de relação, rotina, filhos, paciência e perdão.

Vamos fazer uma pesquisa: quem aqui é casada(o)? Há quanto tempo?

Você sabia que um casamento PUTATIVO é um casamento nulo ou anulável, mas que foi contraído de boa fé por um ou por ambos os cônjuges? E que um casamento que não foi consumado (tipo o da Maria Antonieta nos 7 primeiros anos, lembra?) é um casamento BRANCO?

Pois bem, Maria está casada há quase 15 anos e é feliz. Sim, pode parecer estranho, mas ela ama seu marido e tem certeza que ele a ama. Tá certo que ultimamente a outra família o futebol tem exigido sua presença com mais constância, como aos domingos de manhã e quintas à noite, mas de resto sua vida de casada é muito boa. Marido carinhoso, filhos lindos, saudáveis e inteligentes, vida confortável.

Mas Maria andou observando demais a vida alheia, tipos ouvindo que fulana viajou com ciclano para Pindamonhagaba de lua-de-mel, vizinha ganhou jóia de aniversário, vizinha upstairs foi jantar no Terraço Daslu, marido da downstairs agarrou-a na frente de todos e a chamou de gostosa e… Maria deprimiu. Sim, Maria pensou: pôxa, eu nunca fui prá Pinda e meu marido não me agarra na frente dos outros.

O que Maria não sabia, mas depois ficou sabendo, é que aquela que foi prá Pindamonhangaba está quase perdendo o apartamento pro financiamento, a que ganhou a jóia está devendo a escola dos filhos, e a que foi agarrada, na semana seguinte, foi trocada pela secretária e abandonada com 2 filhos prá criar.

Não, Maria não tinha nada contra quem estava endividado. Somente tinha consciência que ela, ela sim, dava o passo do tamanho da perninha curtinha dela. E isso era muito mais do que dinheiro. Era ter paciência e respeito pelo marido. E exigir isso dele também. Era ter carinho por ele e pedir carinho também, mesmo que ele não desse com platéia.

E o que Maria concluiu? Que puxa vida, seu casamento era, mesmo, maravilhoso. E foi fazer um omelete.

Anúncios

12 comentários sobre “A galinha do vizinho bota ovo amarelinho?

  1. Lenita

    Alê, quase me vi no seu post, mas “do outro lado”. Depois de 30 anos juntos (entre namoro e casamento) chegou a hora do não-dá-mais. E prá isso também é preciso ter consciência, respeito e paciência. Parabéns para quem consegue manter acesos a chama e o ideal.

  2. Karina

    Oieee! Sou casada a um ano, e namoramos apenas 3 meses, mas sinto como se tivessemos juntos a muito mais tempo; e as vizinhas, são vizinhas né, e me basta o que somos um para o outro.
    beijinhos

  3. Priscila

    Falou e disse Ale!!!
    A partir de hoje sou comentarista aqui, amo demais esse blog para continuar no anonimato.
    Casada a 3 e feliz, feliz…sou do tipo “defensora blindada” dos casamentos.

  4. Ale, adorei o post!
    Sou casada há 5 anos, mas convivemos há 12 anos!
    E concordo em gênero, número e grau com a “moral da história” do post, minha mãe dizia um ditado que se encaixa bem nisso: “por fora, bela viola, por dentro pão bolorento”
    Aí não dá né?
    Beijão

  5. Sou casada há 34 anos! 3 filhos, 2 netos, mais 2 a caminho (gêmeos). Filhos casados, vida boa, simples, pé-no-chão (ah, não, vou parar! Vai ficar sem graça…Vou contar tudo num Blog que vou “lançar”!) Mas é isso, casamento é uma mistura de muitas coisas, há dias bons e ruins, como no trabalho, na escola…A gente tem que gostar muito do parceiro, respeitar, compreender, etc.etc. Nunca é um mar de rosas. Mas não precisa ser o “inferno em vida”. Ser feliz é escolha da gente. Então, é contar com Deus, ou com a sorte, ou com o que for, pra aparecer a pessoa-mais-ou-menos-certa. E tocar a vida. Sem pensar que “a grama do vizinho é mais verde …”.

  6. Luana

    Nossa, já tive minha fase Maria. Via o namoro de uma amiga e pensava, “pô o meu não tem mais isso”… e qdo fui ver, o namoro q parecia perfeito por fora era bem ruinzinho entre qdo estavam a sós, tanto que acabou e o meu continua até hj!!! a grama não é sempre mais verde do outro lado neah!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s