Dançando lambada, ê

Então pessôs, eu e o husband fazemos aula de dança de salão. É. Já não tenho mais nada pra inventar na vida, então, me meti em mais essa. E ele é do tipo que mal me vê, já bota um CD do Fala Mansa e fala: vamos treinar? Mimata. Mas é bão, Sebastião.

A gente faz com outros 2 casais, ou seja, a aula é quase particular. Tem rendido muito pra mim, porque eu não sou nenhum pé de valsa (ai que ridículo falar assim) mas eu sei dançar. Tenho facilidade em pegar os passos e daí pra frente é só aperfeiçoar. A professora corrige tudo, deixa a dança bem bonita.

Faz 999 aulas que estamos aprendendo forró, ou seja, já estamos craques, praticamente somos o Pelé do forró. Já mandei meu currículo pro Calypso (embora a Lu tenha protestado, dizendo que calypso não é forró, e um tipo de dança. Mas eu sou dançarina ow, tanto faz o ritmo). Quem sabe assim eu não descolo uma passagem free pra ir pro Pará visitar os parcêro?

Quinta-feira passada fomos no forró com a turma de dança no Restaurante Andrade em Pinheiros. Uma deglícia! Comida super boa e farta, música legal ao vivo, adorei. Recomendíssimo.

Eu comecei minha carreira (oi?) de dançarina modelo e atirz na Broadway, aqui em São Paulo, alguém já foi? Era uma danceteria muito legal, que depois virou um bingo, ou um estacionamento, ou sei lá o que. Tem até comu no orkut, midepila. Acho que eu devia entrar na comunidade, propor longas discussões musicais e perguntar se alguém lembra dos passinhos que rolavam lá, que tal?

Recordar é viver, meu povo. Olhem a música de abertura da Broadway:

 

Ah, e o post não é sobre lambada não, é que eu lembrei da “dançando lambada ê” e usei como título. Tudo bem né?

Anúncios

11 comentários sobre “Dançando lambada, ê

  1. Deprimi eu num danço nada de nada! Sabe aquela pessoa que nasce com dois pés esquerdos e eles ainda são intrigados, ai toda vez que ela inventa de dançar parece que tá tomando um choque? sou eu argh

  2. Hahaha!
    Eu moro no nordeste, então ou danço forró ou não saio de casa uns 300 dias no ano!
    E tipo, aqui não precisa saber tantos passinhos não… Só saber “ariar a fivela”!
    Vou aprender mesmo, fazendo aula, é dança do ventre.
    Um xero!

  3. Lenita

    Hmmmm, veio aqui no Andrade e nem me chamô, né? E aquele baião-de-dois dele, hein? (o prato, não a dança) Prá quem é de SP, programa imperdível.

  4. débis

    Gente a Brodinha!!! Nossa era tudo de bom!
    E vamos combinar que dançar é TUDO!
    Amo forró, danço até hoje, vira e mexe tô eu lá no Remelexo dançando um xote aroxado com algum dançador ao som do Trio Virgulino.
    Melhor que academia….rsrsrsrs
    beijos!

    Ps: vou dançar, minha perna andou…rsrs têm vida própria quando têm uma musiquinha.

  5. débis

    Jane, minha irmã tá dizendo que essa música era de encerramento… e ela “batia cartão” na Broadway, quem sou eu pra discutir com ela né?

    besos

    Jane diz: Deb, era no encerramento e na abertura do cirquinho, pergunta pra ela.

  6. Jane, se inveja matasse eu caía durinha agoraaa!!! Meu marido morre de vergonha e não sai p´ra dançar de jeito nenhum, fazer aula de dança muito menos.
    Erga as mãos pro céu…
    bjs

  7. Pingback: Dançar é bom e todo mundo sabe « Mulheres (Im) Possíveis

  8. Pingback: Pé de valsa - continuamos tentando « Mulheres (Im) Possíveis

  9. Pâmela

    Tenho pena de vcs q não sabem dançar forró.
    Os “Pernambucanos” arrazam no forró ou em qualquer tipo de dança.!
    O povo de São Paulo dançando forró parece com uns cangurus.!!
    Me desculpem,mais é verdade.!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s