Sebosices de Outrora

Excluído a pedidos de uma leitora mais sensível.

Editado por Jane

EXTRA EXTRA, O POST VOLTOU. A Lu liberou, mas tinha deletado. E aí veio a Paty, promovida hoje à Nerd Lider I, e deu a dica que nos tirou da escuridão. Valeu Paty. E viva o CACHE.

Lá vai, preparem-se :

Ultimamente tenho tido muito tempo pra pensar na vida e recordar coisas, hoje lembrei da minha infância.

Eu era sebosa. Credo.

  • Eu comia bustela (o que você pessoa cosmopolita chama carinhosamente de meleca, nós aqui na selva tropical e fenomenal chamamos bustela). Sim, e não vou dar uma de pheena e esquecida, assumo. Comia mesmo. E ainda lembro o gosto, apesar de tem algumas (parcas) décadas que não tenho feito a desgustação. Não que eu tenha continuado a atividade anos afora, mas sim porque eu fiz 19 anos ontem (oi?)
  • Eu já coloquei uma verme de cão na boca. Lembro-me como se fosse antionti. Peguei um filhote de viralata pra cuidar, e eu tinha uma mania de colocar liga na boca…sabe liga? Aquela que hoje em dia falta pra amarrar tanto dinheiro na vossa gaveta do meio da escrivaninha? Então…eu gostava de mascar liga…será que eu preciso comentar e explicar o equívoco? Quer que eu desenhe? Liga…achada no chão…colocada na boca pra mascar…viralata…cocô…vermes…nhac nhac. Pegou?
  • Eu fazia ponte pênsil pro meu cocô. Veja bem o que é um tédio na vida de um pobre menina milionária. Quando eu comecei a frequentar o WC por minha propria conta e risco eu antes de fazer o n.2 passava uma tira de papel higiênico de um lado ao outro do vaso, deixava penduradinha quase encostando na água e “mirava” para o moreno cair lá e ficar balançando antes de mergulhar em águas calmas e profundas.

Não sei se essas atividades definiram a pessoa que sou hoje, só sei que não deixo meus filhos sozinhos com os proprios fluidos e dejetos, manemorta!

 

P.S – Tenho outra confissão do submundo a fazer, eu assino “peiperviu” do BBB. E começa hojeeeee. Vivaaaaaaaaa!

Anúncios

54 comentários sobre “Sebosices de Outrora

  1. Jane Murback

    Jésus

    Qualquer um desses relatos é menos mortal do que o lance do BBB.

    Mas o que é isso comparado à imortalidade da alma? (tudo pra salvar um ser grávido de um ataque de depressão)

    Finjamos normalidade, amados leiores.

    Gatá, te amo, mesmo com todas essas confissões de adolecente. Já assistiu? Da hora mano.

  2. Ai…

    Posso falar?

    Entojei…vai passar, eu juro, mas por enquanto… aff… entojei…

    Adorava o blog. Nunca comentei, mas adorava… até agora… afff… prometo tentar de novo amanhã.

    Falem de outra coisa!!!
    Apaguem esse post!!!
    Me dêem uma injeção letal!!!

    ugh..

  3. Reginna Pereira

    Eh mana…Ta cruel pra ti…rsrsrsrsrs
    Mais quem nunk comeu bustela??? rsrsrsrsrsrsrs
    Confesso que tbm gosto de bbb…me mata!!!kakakaka
    So não assino ppv…..
    Beijosss

  4. Ai, gente… fiquei mal de cabeça… vim até aqui pedir perdão pelo meu ataque de nojinho e me deparei com a exclusão sumária do post…

    Vou ali um instantinho me pendurar no tronco e esperar uma surra de açoite…

  5. Paty

    Que nojinho rsrs

    Meninas, já ouviram falar em “cache” do google??? Pra ver o post é só pesquisar no google (tipo, sebosices lu) e clicar em “em cache” 😛

    Bjins

  6. Karla Sousa

    Um post desses não pode ser retirado assim! Que absurdo.
    Eu ri muito de tudo isso, mas acho bom vc não deixar seus filhos sozinhos mesmo pq você sabe como é esse lance de genética.
    Bjos

  7. Lúcia Soares

    Segui a dica da Paty e fui no Google. Cliquei e li. rsrsrsrsr Não achei nada demais! Não precisava tê-lo deletado daqui. Se há gente muito fina pra ler isso, que procure outra frequesia, que blog é pra gente se divertir, se informar, se distrair, exatamente como vocês, (Im)Possíveis e Mr.I e John Armless e Alê e quem mais puder chegar, fazem.

  8. Cristiane

    fico impressionada com certas coisas. se fosse algo relacionado a religião, partido político, enfim…mas o que leva uma criatura a ler o que não gosta? é só não voltar mais, oras bolas…

    não vi nada absurdo nesse post. os incomodados que não frequentem mais o blog. continua escrevendo, lú. nós gostamos de toda a equipe e nos divertimos muito.

  9. Vanusa

    Li e não vi nada demais.

    Quem nunca curtiu um amor incondicional e ao mesmo tempo sádico por suas fezes, em algum momento da infância, que atire a primeira pedra. Ou então gaste fortunas com um terapeuta.. Freud explica.

    Bustela acho que nunca comi, nem sei se sei do que se trata.. rsrs. Mas nem queiram saber qtas formiguinhas e afins já pararam na minha boca, segundo minha pobre mãe.

    Qto ao BBB, eu espio.. idaí??

    Lu, conforme meu parecer BASEADO NO POST ACIMA, vc é normal, podi crê!! .. hahahahha!!!

  10. Dúvido que essa gente toda que ficou com nojo não tenha feito igual.

    Eu que não sou phennna mesmo como a Lu posso contar descaradamente eu também já comi “bustela” aqui conhecida como “ranho” ai que horror, ainda bem que mudei meu paladar….

    Já comi muita azedinha uma plantinha que nasce em qualquer calçada e eu morava em uma esquina onde parava todo lixo das casas vizinhas, inclusive coco de cachorro, pois bem, todo dia ia lá e comia as azedinhas imagina com que né?

    deve ter mais coisa, mas meu superego fez o favor de apagar

  11. Tati (de Curitiba)

    Quando eu chorava passava a língua de leve na meleca aguada… era salgadinha, gosto de lágrima.
    E também chupava cabelo. Sim, quando ia à piscina colocava as pontas do cabelo na boca e sugava aquele cloro todo.
    Já nem sei o que me espera com meus 3 fiotes.
    =)

  12. Gostei do retorno no post, também não vi nada demais, exceto pela incrível coragem da Lu em fazer todas essas revelações. Quanto a cuidar dos seus filhos, Lú… não precisa, são meninos! meninA é que dá trabalho, veja você! ahahahaha
    Que bustelas, pontes e vermes não apareçam nunca mais…
    Mas confesso uma coisa: eu comia cola branca! hahaha
    Beijos

  13. Vanessa - BH

    como sou jurássica não consegui ler o post com a dica da Paty. tava morrendo de curiosidade…

    tô daqui me mijando de rir só em imaginar Lú vendo os fiote Brasil assim… tal qual ela!!!

  14. NADA DE MAIS NESTE POST HEIN.kkk
    frescurites a parte, mana na miha infancia eu tbem curtia meleca ,mais sempre deixava uma partinha para colocar no cabelo do meu irmao.kkk
    mais meu forte mesmo era chupar bituca de cigarro kkkkkkk acho q por isso hj não posso nem ver (sera medo de voltar meus habitos alimentares exoticos)..
    mais qto a ponte confesso, esta semana ainda vou tentar fazer kkkkkkkkkkkkkkkkk
    vc sabe meu lado criança é eterno e meu lado sem preocupação com que vão pensar tbem,kkkkkkkkkkk
    mais informações de como fazer a ponte vou te pedir no msn kk
    bjsssssssss no suvacoooooo

  15. Andréa Rocha

    Acho que todo mundo ja provou bustela pelo menos um dia, nem que nao lembre, né? Criança mete de tudo na boca. Meu priminho ja comeu cocô de galinha seco… sabe uma bolinha bem crocante? rs Hoje é um rapazao super saudavel. Agora esse negocio de verme, foi terivel né? Ai, Lu, coitada de ti! So lembrei daquele extraterrestre do filme MIB que egolia as baratas que saiam da manga da camisa dele!

  16. Valéria

    Adorei kkkkk!!!!Quanta imaginação ao criar a ponte!!!Colocando em prática a matemática e as leis da física!!!!
    Adoro BBB….mas a vó tá chatiiiinhaaa.

  17. Roberta Moura

    Ainda bem que voltou!!!! Eu ia morrer de curiosidade.

    Ri muito com o post, especialmente com a ponte. Eita criatividade…

    Eu, quando criança, comia formigas. Também lembro o gosto como se fosse anteontem…rsrsrs

  18. Thaís

    Ô louco, achei podrão, mas admiro a honestidade e franqueza… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  19. Patrícia Albernaz

    KKKKKKKKK ADOREI!!!!! Segue a minha listinha de sebosices:
    (Será que serei tão corajosa como a nossa amiga? Respira, irmã, coragem! Desembucha, Patrícia!)
    Lá vai: (eu era criança também, viu gente!)
    . Top: Casca de ferida
    . Bustela/Meleca
    . Argamassa (sim, vcs leram corretamente; tinha uma obra em frente a nossa casa e acho que dei um preju feio p/ galera)
    . chiclete endurecido que eu grudava debaixo da mesa
    . e agora, le grand finale (até a Ju vai vomitar!): bife de fígado crú… PODE????? E hoje eu ODEIO carne vermelha
    Eu era um ser freak mesmo… Talvez ainda seja kkkk

  20. Pingback: Como ler a notícia de um site protegido por senha? « ATer: Criação de Sites

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s