Fatal (Elegy) – Mais uma não-resenha

fatalEu assisti mais um filme daqueles que eu me sinto na obrigação de vir aqui contar, de tão bom que foi. Mas a minha péssima fama enquanto fazedora de resenhas atingiu níveis alarmantes, e fui duramente criticada (#drama) pelo Carlos, do Sofismando, que inclusive fez uma resenha digna sobre o mesmo filme que eu falarei.

Tá, nem tanto, nem tão duramente criticada, já que pela graça de Deus pai ele está apaixonado e envolvido com seu casamento, me poupando de algumas verdades a respeito das minhas resenhas sofríveis. Só que ele falou que eu não deixo minha opinião, apenas traço um paralelo entre o filme e minha própria vida. E ele está certo. Quer dizer, estava.

Dessa vez vou abalar Bangu com minha não- resenha. Falarei do filme de uma forma criativa e inovadora, quer ver?

FATAL é a história de um renomado professor chamado David Kepesh (Ben Kingsley) que se envolve, sem a menor intenção de se apaixonar, com uma aluna 30 anos mais jovem, que é ninguém menos que a Penelope Cruz, chamada Consuela no filme. Com o andar da carruagem, ele vai ficando cada vez mais apaixonado e dependente dela e isso está estampado nos olhos dele. Só que, diferente do que parece no trailer do filme, ele não a persegue, não é obsecado por ela, ao contrário, ele a deixa ir e vir, em todos os momentos.

Eu destaco a atuação de Ben Kingsley, que não é um homem bonito, nem mesmo sexy (na minha opinião), mesmo assim ele suporta o papel um homem que seduz uma mulher tão linda quanto Consuela. Ele deixa transparecer que está perdidamente apaixonado e entregue a uma mulher muito mais jovem do que ele, sem ter a menor idéia do que fazer para reverter a situação.

Penélope, por sua vez, atua de forma totalmente solta, e vai envolvendo e se envolvendo de uma maneira assustadora. Ela está linda, cheia de juventude no olhar, porém muito sedutora e ditando as regras do jogo.

David tem um amigo poeta, com quem tem longas conversas. Além do amigo, ele fala consigo mesmo muitas vezes, pensa, matuta, e pouco conclui.

Nessas conversas são ditas algumas frases impactantes por David, para o David e por Consuela:

A velhice não é para covardes.

A maior surpresa da vida para um homem é a velhice.

Ela sabe que é bonita, mas ainda não sabe o que fazer com a beleza.

Você é um homem encantador.

Eu me sinto ansioso ao menos em falar com ela ao telefone todos os dias. E eu me sentia ansioso depois de ter falado.

Um futuro com você me assuta porque há uma diferença de 30 anos entre nós.

Mulheres bonitas são invisíveis e nunca vemos a pessoa, porque somos bloqueados pela barreira da beleza.

Ficamos tão deslumbrados pelo exterior que não enxergamos o interior.

E essas frases rolam somente nos primeiros 45 minutos de filme. O resto? Assistam. Vale muito a pena.

Anúncios

13 comentários sobre “Fatal (Elegy) – Mais uma não-resenha

  1. Eu estava doida por uma dica de bom filme. Desses que fogem das ultra mega super produções hollywoodianas cheias de tiros e efeitos especiais. Vou correr para a locadora.

    Se aceita sugestão de um super filme, recomendo “Irreversível” (com a Monica Bertollucci e Vincent Cassel).
    É a história de dois amigos que vão atrás do estuprador de da mulher de um deles ( e por quem o outro é apaixonado).
    Foi muito polêmico na época do lançamento porque começa com uma cena de violência assustadora. A cena do estupro também é super realista.
    O filme é contado de trás para frente o que explica a primeira frase dita no filme – “o tempo destrói tudo”.

    Eu adoro o cinema francês!

    Se assistir, me diz se gostou, tá?

    beijo rouge

    Dani

  2. Penelope ta legal mesmo nesse filme?
    Eu tenho super preconceitos com os filmes em que ela fala inglês, acho q ela fica ruim…Gosto mais dela em espanhol, mais solta…aushuahsuhasuhasuh
    Bjo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s