Praia com crianças – Guia Prático

Esse pequeno guia se aplica para passeios com filhos grandotes, tipo uns 4 anos ou mais, naquela idade que eles têm menos de 1,5 m porém se acham independentes o suficiente para vencer todo e qualquer obstáculo, tais como altura, profundidade, força das águas e multidões.

Também devo esclarecer que estou me referindo à praias populosas e populares, mais lotadas que estádio em dia de final de jogo, com gente, bicho, camelô, frescobol, etc. Exemplo: Praia Grande, no litoral sul de São Paulo.

Então, como diria o sábio Marcelo D2, se liga aí:

– Antes de sair para a praia aplique mooooeto protetor na criança, conforme recomendado. Espalhe muito bem e não esqueça pés e orelhas. Eu tenho que contar aqui que protetor 50 é dificílimo de aplicar, então prepare o espírito.

Vale a pena passar antes de sair porque na praia o máximo que você vai conseguir será reaplicar grosseiramente. Por grosseiramente entenda-se mal espalhado, deixando seu filho branco como um fantasma (isso não importa, reaplique mesmo assim, confie agora na barreira física) e com muita areia envolvida no processo.

– Tente convencer seu filho a não levar muitos brinquedos, porque quem carregará na volta será você. E com algum “plus” , porque os brinquedos estarão sujos e molhados. Além disso, apenas as pazinhas são mais que suficientes (entenda melhor no próximo item).

– Esqueça aquelas crianças da propaganda do Sundown brincando perto da mamãe, que está limpa e sentada numa linda cadeira. Crianças gostam mesmo é de brincar na beiradinha da água, fazendo castelos de areia (molhada) e buracos (pra te enterrar, querida!).

– Invista em biquínis de no máximo 30 reais. Recomendo a moda de mulher pra mulher Marisa. Confesso que tive um míni colapso quando tirei meu biquíni luxo e caiu no chão do box meio kilo de areia (que entra no forro e não sai never more). Guarde suas roupas de praia pheenas para viagens mais civilizadas.

– Procure usar nas crianças sungas, biquínis e bonés de tons forte, tipo um verde fluorescente piscante, facilitando a localização, já que no meio daquela multidão perder o filho é algo que acontece, em média, de 5 em 5 minutos. Ou seja, piscou, perdeu. É um desespero!

– Leve sua própria comida e bebida, porque em praias de gente como a gente fazer farofa não é novidade nenhuma. Além disso, em recente pesquisa do Instituto Estatístico Impossíveis Mulheres, constatou-se que numa população de 10 pessoas, 9 passam mal em viagens para praias-pops. Eu fui uma delas.

– Evite comprar cangas, saídas de praia e qualquer item vendido nuns camelôs ambulantes mega power vitaminados, porque se um cabra desse parar na sua frente é certeza que você não conseguirá ver mais nada. E não esqueça que o grande lance é ficar de olho vivo nas crianças.

Anúncios

17 comentários sobre “Praia com crianças – Guia Prático

  1. Anotada gata! Usarei essas dicar daqui 3 anos, Por equanto maricota tem medo de mar e fica feliz e contente em sua piscininha debaixo do guarda sol, mas sei que não vai durar muitos anos essa minha benção.

  2. Amigaaaaa “lá embaixo” a virose “tá braba”, acabou inclusive o estoque de medicamento nas farmácias.
    Reveillon na praia enquanto as meninas forem pequenas, marido já decretou que não rola mais.

  3. Carla Brolezi

    Uiaaa otimas dicas, eu eu estou com a Angelia, Manu ainda ama ficar pertinho da mamãe aqui, em sua mega piscina inflavel. Daqui uns anos colocarei as dias em prática!!! rsrsrs
    beijos

  4. Suelem Castro

    Ai, pelo visto sua experiência na praia não foi das melhores, né? Mas pelo menos rendeu boas dicas…

    Sinto muito pelo finado biquine!

  5. Oi ti achei no blog de uma amiga minha , adorei seu cantinho e gostaria de segui-la, te convido para que venha conhecer meu blog , e me seguir tbem assim poderás ficar antenada com as minha vida meia maluca
    bjos da lowkita ;*

  6. Menina, quase comprei um biquini de 50tão pra Sophia e desisti… Pq ela ja tinha 2 de 10zão que comprei numa promo.

    Ainda bem. A tal da areia no forro é pra matar!!!

    Da praia, pro lixo.

  7. Huahuahau, adorei as dicas e principalmente a do protetor solar que eu recomendo pra todo mundo inclusive os adultos, pq passar protetor na praia é o terror!
    bj

  8. Este trecho do post:

    “- Antes de sair para a praia aplique mooooeto protetor na criança, conforme recomendado. Espalhe muito bem e não esqueça pés e orelhas. Eu tenho que contar aqui que protetor 50 é dificílimo de aplicar, então prepare o espírito.”

    Deve estar registrado na mente de todos os pais de crianças e ser lembrado por todos da família.

  9. ai, que bom que passei minhas mini férias (tem hífen?) com o neto em uma híper, mega piscina de 2.500 litros, sem areia, sem gente em volta e sem vendedores de cangas!
    ah, e com maiô chiquetérrimo da zepa!!

    quer dividir nas próximas?

    bj

  10. Pingback: Guia prático para Mães na praia « Mulheres (Im) Possíveis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s