Dia Internacional da Mulher em Paz

Como todo mundo sabe, eu não carrego bandeira em nome da mulher, porque sinceramente acho que nós estamos numa perfeita sinuca de bico, já que nossa geração não queimou sutiã, mas também não assinou nenhum documento se comprometendo a ter jornada dupla (e ser eficiente), além de ter que ser fera na rua, na chuva, na fazenda ou numa casinha de sapê.

Então fiquei pensando sobre o que postar no dia Internacional da Mulher e, apesar de saber que todo dia é dia, acho que não faz mal nenhum eleger uma data para voltar as discussões para um tema específico, evidenciando a Mulher e todos os assuntos relativos a nós.

Daí recebi um email sugerindo que eu postasse sobre a questão da violência doméstica, e pensei que poderia ser um bom post pro Dia Internacional das Mulheres, justamente por ser um assunto relevante e que, infelizmente, todo mundo já soube de um caso, muitas vezes na própria família.

E mais, por ser um tema que provoca profunda humilhação, pouco se fala, pouco se sabe e muito se esconde, acho que vale a pena divulgar o que está sendo feito, com o apoio da Avon.

PROJETO “PAZ EM CASA, PAZ NO MUNDO” DO INSTITUTO NOOS NO RIO DE JANEIRO É CONTEMPLADO COM RECURSOS DO FUNDO AVON VIVA O AMANHÃ

O Instituto Noos, que trabalha para a prevenção à violência intrafamiliar e de gênero no Rio de Janeiro, é um dos contemplados pelo Fundo Viva o Amanhã, da Avon. Desenvolvido pelo Noos, o projeto “Paz em casa, Paz no Mundo” solicitou R$ 249.994,36, tendo sido escolhido dentre centenas de instituições brasileiras por promover iniciativas exemplares, que reduzam ou excluam a violência doméstica – uma das duas categorias avaliadas.

“Paz em casa, Paz no Mundo” visa atender 1.200 pessoas entre crianças, mulheres e homens de diversas comunidades do Rio de Janeiro. A proposta é prepará-los para o convívio familiar por meio de oficinas de sensibilização em instituições e comunidades do Rio de Janeiro; formação de facilitadores de grupos reflexivos de gênero; grupos de  gênero para homens; atendimento a famílias e casais; grupos de gênero para mulheres. O objetivo é permitir um futuro melhor para eles e seus filhos.

Baseado no conceito de que a Violência Intrafamiliar e de Gênero (VIG) ocorre por meio de valores culturais aprendidos, que geram ciclos que se retroalimentam a partir de relações assimétricas de poder, o Instituto Noos, completa 16 anos em 2010, com seu Programa de Capacitação para a Atenção às Famílias e Prevenção da Violência Intrafamiliar e de Gênero.

Para Carlos Eduardo Zuma, secretário-executivo do Instituto, o projeto “Paz em casa, Paz no mundo” contribui com a mudança de paradigma da população local com relação à sua visão sobre a violência. Ao participar das atividades propostas, contribuímos com a diminuição sensível do risco de violência e degradação dos lares, pois enfatizamos que este não deve ser o único recurso a ser utilizado na solução de um conflito. Ao longo do projeto, essas famílias recebem muita informação e orientação, permitindo a homens, mulheres e crianças, um futuro mais humano, com mais respeito entre as partes”, completa o secretário.

A revendedora autônoma Avon, Antonia Ribeiro de Souza Castro, que indicou este projeto para receber os recursos do Fundo, elogia a iniciativa da empresa e enfatiza o quanto é significativo para a comunidade este tipo de apoio.  Segundo ela, a instituição acolhe mulheres que sofrem agressões no lar. Ela, que também é atendida pela entidade, fala com conhecimento de causa. “O projeto é muito sério e graças a esse trabalho hoje me sinto uma mulher livre, íntegra e digna assim como vejo hoje o meu ex-marido também como uma pessoa mais feliz, pois também passou pelo projeto.”

Todos os projetos que concorrem são indicados por revendedoras Avon e inscritos pelas organizações. No Brasil, elas ultrapassam 1,1 milhão, a maior força de vendas da empresa no mundo. Vale ressaltar que esta é a quarta fase do Fundo Viva o Amanhã e, desde o lançamento em 2007, com mais de 60 mil acessos ao site – 14 projetos já foram contemplados.

Anúncios

11 comentários sobre “Dia Internacional da Mulher em Paz

  1. Cumadi, vc é tampa de crush (oi?) viu?!
    Adorei o post com essa questão da violência da mulher. E realmente, como vc falou, TODO mundo conchece alguém ou até foi/é vítima da violência doméstica.
    Parabéns pra nós pelo dia.
    Parabéns pra vc pelo post show como sempre!

    Bju

  2. Divaaa, muito pertinente teu post sobre a violência contra a mulher. Umas das coisas mais tristes que atingem a “categoria”. Mas é isso aí, dia da mulher também é para isso e não só falar das flores.
    Bjo me tuita

  3. Prezada Jane,

    Primeiramente, parabéns pela data de ontem.

    O Instituto Noos agradece a publicação e visibilidade dada à instituição em razão de seu post.

    O Instituto Noos trabalha desde 1994 com a missão de contribuir para a promoção da saúde das relações familiares e comunitárias da população brasileira, através da difusão de práticas sociais sistêmicas a partir dos resultados obtidos em seu centro de ensino, pesquisa e atendimento.

    Desde já nos colocamos à disposição para maiores informações sobre nosso trabalho e projetos em que o Instituto Noos atua e esperamos continuar contando com você como aliada na divulgação de informações para a melhoria da saúde das relações familiares e comunitárias da população brasileira.

    Att,

    Instituto Noos
    http://www.noos.org.br

  4. Luciene Nunes

    E aí Jheine naquele dia deu tudo certo ufa! Mais então gosto da idéia de discussões sobre assuntos relevantes agora e sempre, e essa questão que vc abordou é de extrema importância, pois vc não faz idéia (acho que faz sim) do que é isso nas entranhas do Brasil varonil, aqui o bicho pega, infelizmente as mulheres dos recônditos tem muito pra conquistar. Mais aproveitando a data vou deixar uma poesia da Alice Ruiz:
    Era uma vez
    Uma mulher
    que via um futuro grandioso
    Para cada homem que a tocava
    Um dia…ela se tocou.
    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s