Disney World – Diário de bordo – Sea World

O primeiro parque que a gente conheceu foi o Sea Word.

O parque, como o nome diz, tem atrações ligadas ao mar, com água pra todo lado .  Tem muitas atrações pros pequenos, e uma montanha russa animallllllll, onde me descobri uma verdadeira pessoa corajosa e macha pra caramba. Aguardem.

 Vou explicando as coisas ao longo das fotos, pra ficar mais animado. Observem que as fotos estão muito azuis, uma coisa estamos no fundo do mar.  Mas a real é que o céu colaborou muito com esse efeito everthing is blue. Os dias foram puro sol !!!

O Sea Word, como todos os parques, é o que podemos chamar de imenso. Isso significa que a gente anda como se não houvesse amanhã e, no nosso caso, com o sol na cabeça (tks God). Então, a roupa que a gente escolhe pra ir ao parque, bem como os sapatos, são super importantes. Isso porque um sapato apertado pode arruinar seu dia. O mesmo acontece com uma roupa pesadona que molhe e não seque nunca mais, tipo um short jeans, por exemplo.

Nesse primeiro parque, eu ainda estava com uma certa vergonha de assumir que andaria de Nike Shox durante todo o passeio. Ainda estava naquela onda fashion da Mara, com quem eu fiz cosultoria de estilo, lembram? Coloquei minha pobre Melissinha, que foi parar no lixo no fim da viagem, e fui pro Sea Word. Eu não posso dizer que meu pé doeu, mas também não dei muita chance. Depois do primeiro dia andando muito, aposentei sapatinhos fofos e usei tênis todo o tempo. E o pior. Tênis de academia, daqueles que eu jurei pra Lu Brasil que eu jamais usaria.

Nós, mais brancas que os ursos polares. Eu de Melissa e a Mara de sandália de dedo, puro estilo ! Vergonha de mim. A Mara está com o mapa do parque, item fundamental, que a gente pega logo na entrada, e já decide por onde começar.

Ale, João e euzinha, só na pose pra revista Caras.

Parte da tripulação. Faltou o Carlos, que no momento estava exercendo a função de japonês fotógrafo do grupo.

Detalhe do almoço dos Pusch. Esse restaurante é um self service, e tem comida saudável e nem tanto. Vejam que tá rolando umas batatas, mas também tem umas melancias no canto esquerdo da foto, pega a lupa. O João comeu milho cozido nesse dia, ou seja, de fome ninguém morre, acreditem.

Nós e nossos filhotes no carrinho alugado no parque. Como vocês podem ver, o carrinho é para duas crianças, mas não é um primor de conforto. Porém um carrinho é extramamente necessário, primeiro porque os pequenos não aguentam andar tanto, segundo porque a gente pendura as mochilas e compras (sim, tem mil lojas nos parques) no carrinho.

A gente acabou comprando um carrinho modelo fecha guarda-chuva no Wall Mart por uns 20 dólares, e usamos todos os outros dias, tanto nos parques quanto nos shoppings. Vale muito a pena, porque esse carrinho da foto custa esse valor por dia!

Baleias durante o show, fiquei com peninha

Show da Shamu, que com certeza é a grande atração do Sea Word. O detalhe é que essa baleia é uma sósia da Shamu original, que está presa num presídio de sergurança máxima para baleias.

Agora a treinadora não entra mais na água com a baleia, fica só do lado de fora dando sardinha a cada tchauzinho que a baleia faz. Eu fiquei com um pouco de dó, fiquei com aquela sensação de elefante treinado no circo.

Deixei o melhor pro final. A montanha russa onde eu me descobri a machona do dia. Até então eu achava que não iria em montanha russa, já estava combinando que sempre eu poderia ficar com as crianças, ou cuidando das bolsas.

Depois que fui na Manta mudei totalmente de postura, e virei aquela que briga pra ir na cadeirinha da frente e levanta a mão. Miamarra!

P.S. Algumas fotos aumentam se clicar em cima!

Anúncios

8 comentários sobre “Disney World – Diário de bordo – Sea World

  1. Loraine

    aha! Não falei que valia a pena comprar o carrinho no Walmart?!

    Olha, eu também fui com as minhas melissas lindinhas, que foram aposentadas no final do primeiro dia. Passei na crocs (eca, eca, eca) e achei uma sandália bem bonitinha, não aquela coisa medonha que só fica bem em crianças. Foram 8 dias andando o tempo todo e realmente as melissas iriam destruir meus pés e coluna!

    bjs

  2. Pingback: Tweets that mention Disney World – Diário de bordo – Sea World « Mulheres (Im) Possíveis -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s