Disney World – Diário de Bordo – Epcot

O nosso segundo parque foi o Epcot.

O Epcot é um parque mais aberto, com muita área livre e verde, onde fica muito fácil admirar a “perfeição” da coisa toda. É um parque com atrações mais “calmas”, totalmente fora do padrão ALOKADAMONTANHARUSSA que invadiu meu ser.

Como sempre, tem que ter perna pra andar bastante, e as atrações são tecnológicas e power modernas, tem atração que se molha, sei lá, vamos ver fotos que eu vou contando mais coisinhas.

Vista geral da entrada do parque, com o famoso globo.

Aqui nesse parque já estávamos com o carrinho fecha guarda-chuva, melhor compra do mundo, depois dos tênis, óculos, roupas. Tá, tudo é bom de comprar, nem sei o que eu posso chamar de “a melhor compra”.  Eu comprei esses óculos no dia anterior e eu confesso que naõ tirei os benditos da cara do rosto, mesmo sem ter o hábito de usar óculos com tanta frequencia.

A Mara fez um post sobre o que usar na Disney, e o que eu digo é que óculos são prioridade zero. Vejam a Mara ao fundo da foto de chapéu, item que também pode fazer parte dos favoritões, daqueles que a gente usa todo dia.

Esses meus óculos são Tory Burch e eu comprei por 99 doletas no Outlet Neiman Marcus. As coisinhas que eu souber o preço eu colocarei aqui pra dar exemplos de barateza.

 

Esses são os pequenos brincando numas aguinhas que pulam do chão, a módis que eles se molham mesmo. Ou seja, tem que ter roupa extra ou roupa que seca rapidão, tipo blusa fina e shorts de tactel. Dá pra colocar a roupa pra secar na capotinha do carrinho, uma coisa pagode na cohab no maior astral. E a verdade é que seca em zero segundos, porque lá o sol é de arrepiar!

Vista da paisagem de luz e paz!

Vista da paisagem de paz e luz!

Estacionamento de carrinhos, mais organizado que meu apartamento. Lá tem local certo pra deixar o carrinho (super sinalizado) e se você for um animalzinho e largar o carro em qualquer canto, vem um funcionário que educamente o estaciona, dando com isso uma lição de organização que faz a cara do mal criado rolar.

O Nemo meio assustado, já se imaginando no nosso prato ou algo do gênero.

Se você naõ teve infância, a Disney é o seu lugar.

Mas também tem diversão adulta. Long neck em garrafinha de alumínio pra mim foi total novidade, véri gud.

A noite tem uma queima de fogos liiiiinda  no lago, com surpresa imperdível no globo do Epcot. Vale muito a pena guardar um bom lugar e ficar vendo os fogos. Nem rolou muita foto, porque é totalmente indescritível.

Anúncios

6 comentários sobre “Disney World – Diário de Bordo – Epcot

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s