Mãe na rede

arrobaNão, não se preocupem que não vou fazer aqueles posts maternais com os quais eu fiz fortuna no Orkut (oi?). Desta vez, a situação é outra, e talvez pior.

Minha mãe sucumbiu aos apelos da Internet. Agora ela é conectada, na medida do possível.

Evidente que pra ela ligar o notebook e fazer a conecção existe um ritual de uma meia hora envolvido, incluindo forrar a mesa, plugar teclado, modem e mouse, ligar, rezar, ficar procurando o ícone da Claro com cara de monalisa.

Esse monte de acessório pendurado rendeu ao note dela, quando ele ainda era meu, o gentil apelido Jegue de Cigano, por razões óbvias.

A pior parte são as perguntas que ela faz, tem que ter paciência de Jó ao cubo e esse ítem anda fora dos meus estoques faz algum tempo. Fora que ela me liga pra fazer perguntas do tipo: – filha, onde está aquele tracinho embaixo?

– Underline, mãeeeeeeee.

No fim das contas ela mandou o email sem o tracinho mesmo, e garantiu que chegou.

Ela também ama apresentações de PowerPoint e acha que coisas lindas tão aí pra ser mostradas/enviadas, então vocês podem imaginar…

Eu sempre estimulei minha mãe a se conectar e tentar gostar da internet, porque ela também poderia achar uma besteira, perda de tempo, perigoso, etc. Acho que quando ela tiver certeza que o computador não irá explodir ou sair andando tudo vai ficar mais fácil. Estamos trabalhando pra isso.

Anúncios

15 comentários sobre “Mãe na rede

  1. Nós somos uma geração de transição, enquanto nossos filhos ja nascem plugados nossos pais caminham lentamente pela “grande via da informação”.
    Sou solidária a sua situação, por aqui nos dois lados da família temos novos incluídos digitais, e paciência é tudo, principalmente naquele momento do .PPS ou do depoimento do orkut.
    O importante é que pra eles as descobertas alargam os horizontes!
    E essa fase newbie passa….até a uva passa! 😉

  2. Menina, enxerguei meu pai agora, do mesmo jeito.
    Não sabe a diferença de endereço de site e de e-mail, adora estas mensagens melosas com musiquinha ao fundo e pede ajuda direto aos universitários, no caso, euzinha.
    Sofro, mas amo vê-lo conectado.
    Bjs

  3. hahaha, eu passo pelo mesmo problema com o meu pai. O pior é que ele tem facebook, e aí ele sempre acha que a página tá diferente, que da última vez que ele acessou a posição era outra… como faço pra responder… ufaaaa! E o skype, então? Looooucuuuuuraaaa…

    bêê tóó

  4. Jane, descobri seu blog esses dias, através da Joo do “Vende na Farmácia?”
    Desde que comecei a ler, não parei mais. Aliás, nessas últimas duas semanas eu me dediquei a ler todos os posts, desde o comecinho.
    Que delícia de blog! Você tem o dom de transmitir o que pensa/sente de uma forma tão sincera que. realmente, parece que você tá sentada do outro lado da mesa, tomando café da tarde e contando suas histórias.
    Me divirto muito aqui, e acho importante que você saiba que tem muita gente que ama o que você escreve.

    Agora, acerca do post, posso dizer que desisti de ensinar a minha mãe a partir do momento em que ela pegou um caderninho + uma caneta pra anotar o “passo a passo” de como ligar o computador. Dureza!

  5. Cristina

    Kkkkkkkkkkkk!! Gente, minha mãe é igualzinhaaaaa!! Fora que ela anota no tal caderninho até o processo pra baixar a fotos da câmera pro computador e salvar no pendrive!! E depois não entende nada do que anotou e chega lá em casa com netbook, pendrive, câmera e todos os cabos pra eu fazer pra ela!! Kkkkkkkk! Só com muuuuita paciência e amor meeeesmo, né!! E o facebook dela, que não tem nem foto no perfil! Adivinha quem ela tá espetando pra ensinar a botar???

  6. bom, agora eu não sei o que dizer, pq eu sou “o outro lado”, né? no caso eu sou uma mãe, uma velha, como dizem vcs, mas até que me viro mais ou menos.
    consegui fazer um blog sozinha – qdo os filhos descobriram começaram a botar defeitos, lógico! – , tenho twitter, facebook, um orkut mortinho da silva…

    não critiquem muito a gente, não, tá?
    é um pouco mais difícil, pq a nossa geração é a geração da máquina de escrever e da fotografia com filme.
    além disso a gente demora um pouquinho mais de tempo que vocês pra entender esses termos malucos que apareceram agora e que dominam a internet – e a vida, pelo que parece.

    nos poupem , meninas, nos poupem…rsrs

    bj

  7. O segredo é a paciencia!! ahehaeheahaehaehae
    Minha mãe ha um tempo atraz não sabia fazer muita coisa, mas com paciencia eu fui mostrando pra ela as maravilhas da internet!
    Hoje ela fala com a família pelo msn, joga joguinhos no orkut, tem amigos no bate-papo da UOL e etc. O que é mais interessante é que ela é muito precavida e segue todas as dicas que dou de segurança. Não divulga fotos, endereços e etc!
    Ela ainda me manda arquivos do meu pc quando preciso, embora sempre me mande aqueeeeelas mensagens liiiiiiiiiiindas de power point. XD

    Eu estranhei quando um dia desses ela me perguntou pra que serve IP… ahehaehaehae

  8. Jackelyne Borges

    Adorei sua mãe, Jane! A minha mãe implora pra eu ensiná-la, eu até tento, mas ela também crê que vai “estragar” o computador se mexer nele sem supervisão!
    BJO

  9. Ai que legal! O lance da inclusão, seja ela digital, virtual ou analógica é mesmo algo empolgante.

    Há 10 anos eu dei um laptop pro meu sobrinho que tinha 5 aninhos de idade. Até hoje, agora com 15, ele não se “lembra”o que é CTRL C/V/X/Z!
    E meu irmão, o pai da criança, ainda me pede pra explicar como abrir um email. Cansei! Foram 10 anos com as mesmas perguntas estapafúrdias e de uma paciência de Jó minha, explicando, re-explicando…por 10 anos!
    Joguei a toalha e sabe o que eu escutei? Que eu não tenho paciência! LOL

    Parabéns pra sua mãe e boa sorte pro cê!

  10. Minha mãe tb é iniciante da web, mas não ligo de dar dicas não. Ela tb ta fazendo um cursinho pra aprender, mas diz q aprende mais comigo (momento convencida).
    Acho bacana querer aprender sempre, ela tem 60 anos e agora q está com as filhas criadas começou a investir mais em si. Eu super apoio.

  11. Bia Brasil

    Oi Jane,

    Aaahh q bom q vc é paciente na medida do possível com o processo de conexão total da sua mãe.
    Mamãe é super online e as poucas coisas q me pergunta, como twitter por exemplo, acaba aprendendo sozinha mesmo, por questões de (in)disponibilidade da professora/técnica para assuntos de TI aqui!

    bjs!

  12. Cláudia da Silva Baena

    Que legal, posso até ver a carinha dela em frente ao not. Minha mãe também já está conectada é muito legal os comentários que elas fazem né? Meu pai neste ponto é o mais conectado do mundo, tem site próprio, orkut, facebook etc loucura….
    Jane seu blog está d+, vc é d+!!!!
    Bjs e sucesso

  13. Tânia regina melo miranda

    Ñ sei se vc é quem estou pensando,vc fez parte da minha juventude,tens1 irmã chamada GRACE? sou a Tanya,moro há anos em vila izabel,tenho 3 filhos 1 casado tenho 1 neto de 7 anos,o meu + velho mora no MÉXICO.Os 2 o rapaz e a caçula de 23,se forma médica daqui um ano pela faculdade federal. sefor vc me ligue,sou filha do Alfredo,lembra morei aí na rua em Paciência.KISS.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s