Guerra às cutículas

Como já falei umas duzentas mil vezes aqui, sou escrava de duas profissionais em franca extinção no mercadoo: empregada e manicure.

À primeira já me rendi, e eu mesma me auto-amarro no tronco para facilitar a vida da fofa.

Já da segunda, estou lentamente me libertando. Além disso, no dia do aniversário do blog Esmalte no Pé (tem bastante posts no blog) teve uma conversa super útil e esclarecedora com uma dermatologista que recomendou que as cutículas fossem mantidas nas unhas, porque é proteção.

Tá, a gente já sabe disso tudo, mas o que a gente não sabia é que: yes we can !

Na festa tinha um monte de menina chique desses blogs de esmalte, e elas trocam de esmalte tipo 3x por semana (meu sonho) e – tá sentada? – elas não tiram a cutícula!!!!!! Ou seja, aquelas unhas perfeitas que eles fotografam com requintes de crueldade nos detalhes são unhas hidratadas e cuidadas, mas não com cutículas cortadas até o talo (como eu gosto, aff).

A rainha da bateria eleita por mim foi a Camila Zatz, que inclusive vai nos ensinar os truques da unha perfeita, respondendo uma entrevista que estou elaborando a passos de tartaruga manca em coma . Ela não corta a cutícula e escreve no Loucas Por Esmaltes.

Dá uma olhada na unha da criança:

Saindo da festa já comecei planejar o meu testemunho nos CCA – Cortadores de Cutículas Anônimos, já me via sendo aplaudida ao declarar que estava há 7 dias, 2 horas e 10 minutos sem cortar.

Então parti pra ignorância. Tirei o esmalte e comecei a hidratar como se não houvesse amanhã, com todos os produtos de unha disponíveis na minha frente. O segredo é hidratar e empurrar com a parte chanfrada do pau de larenjeira (usado para tirar esmalte com a parte fina). Toda noite também hidratava com um creme para as mãos, e fiquei sem esmalte ao longo da semana.

Na sexta, usei meu dissolvedor de cutícula  mega-power-ultra-hidratante, empurrei, e só cortei os cantões (os cantões são assunto para a Camila, isso é o que mais me aflige). E então cheguei a esse resultado (clica que aumenta):

Passei esse esmalte pálido porque ainda não estou manjando da arte de pintar a unha com esmalte escuro, fora que eu não sabia se as cutículas iam colaborar. Mas no sábado fui ao salão apenas para esmaltar, e passei um licor ou preto, sei lá, uma coisa meio dark (moetoamore).

Uma dica é umidecer o palito no óleo secante na hora de limpar, dica da Vitória, que também conheci na festa.

Durante a semana, usei basicamente esses produtos:

Dissolvedor Sally Hansen (só na sexta-feira, após uma semana hidratando e empurrando)

Cerinha da Granado

Manteiga de Karite da L’Occitane

Mira-cuticle (peguei o link do blog Coisas de Diva, porque não sei se esse produtos ainda existe. O meu é mais velho que tudo (espero que não esteja vencido…), além disso a a tampa é um ótimo empurrador.

Creme hidratante O Boticário

Ó eles aqui:

cera granadoDissolvedorNativamira cuticleManteiga Karite

Ai gentem vou entrar num curso de cortecostura edição de imagens, aguardem.

E aí? Se animaram?

28 comentários sobre “Guerra às cutículas

  1. Jane, eu faço as mãos toda semana e olha, dá pra fazer uma feijoada pra quatro pessoas com o tanto de pele que a Santa Marlei tira dos meus dedos. Ganhei essa cerinha da Granado num amigo secreto da Twitosfera no final do ano e ele fez diminuir a quantidade de feijoada para três pessoas com muita fome… Mas vou aguardar as dicas. Quem sabe me liberto?

    Beijos!

    1. Jane M

      Bianca, mas a cera não reduz, tu sabe , o que reduz é parar de cortar e empurrar faz a cutícula grudar na unha, fica como uma unha de criança, pedi foto da unha da Camila Zatz e vc vai ver, a dela tem a voltinha perfeita e grudada.

  2. Claudia Freitas

    Ai eu tento, tem algumas semanas q nao tiro, mas meu problema é basicamente puxar as pelinhas até sangrar =(

    Mas consegui manter uma ou outra cuticula, só q elas ficam grosseiras demais =(

  3. amor, vc usa cada dia um, usa um depois do outro, intercalando, ou… ah, faz logo um desenho aí, vai!
    eu não tô podendo pintar as unhas, pq elas elas estão – de novo – parecendo massa folhada, então seria uma boa eliminar as cutículas e ficar com as mãos com uma aparência melhor, né?
    por que, olha, a coisa tá feia, viu? manja mãos de lavadeira? tá pior…

    bj

    1. Jane M

      Fatima, a gente com essas unhas fracas somos fortíssimas candidatas a ficar com alguma doença tipo micose, na “melhor” das hipóteses. Só a cutí pra proteger

  4. Caramba, animei muito! Vou começar essa semana mesmo esse processo todo, já que sou um desastre para tirar as cutículas, e nem gosto muito. Meu dia ficou até mais alegre depois de ler esse post…
    Bjs, Jane!

  5. Luciene Nunes

    Adorei, adorei tudo até porque não sou do time das que tiram cutículas, praia e unhas desprotegidas não combinam (mais se sabe que mesmo que combinassem eu não tiraria né) agora falta a gente se libertar das depiladoras, essa escravidão pra mim é a pior. Bjs

  6. Que legal! Desde que te vi no twitter falando disso eu comecei a torcer pra voce fazer um post a respeito😉
    Vou tentar! Tenho muita, mas MUITA cuticula. Fica muito feio quando eu nao faco a unha toda semana. Mas se voce provou que “yes, we can” entao eu nao duvido mais!

    1. Jane M

      No meu caso também ficava bem feio porque na verdade eu deixava todo “serviço sujo” para a manicure! Ou seja, na sexta-feira a mão já estava em situação de miseria total kkkkkk . O caso é que mesmo sem cortar as cutículas a gente pára, tira esmalte COM REMOVEDOR, lixa, empurra, hidrata, ou seja, cuida né? Não sei Gabi, acho que tem que tentar porque quando dá certo, dá muiiiiito certo (vide a unha da camila) Bjo

  7. ana

    Tenho feito isso tbm, mas ainda to no drama de não conseguir esmaltar com cores escuras e ainda me amarro no troco… mas só uso um hidratante para mãos básico e ao invés do pauzinho, a espátula em inox (mas com cuidado porque esta vai com tudo se fizer força). abs.

    1. Jane M

      Verdade Ana, a espátula é meio cortante. Comprei uma tal de cureta, dizem que é o melhor acessório mas é cortante também. Coloquei na entrevista com a Camila pergunta sobre o uso de cureta, vamos ver o q ela acha.
      Bj

  8. jane, amei esse post!
    eu tb ando tentando me livrar do vício do alicate nas cutículas ( pra piorar eu tenho umas unhas onduladas que a dermato diz que pode ser trauma na base da unha, de ficar cutucando)
    a sua cuticula ficou muito chique em uma semana, menina! me empolguei e vou intensificar a hidratação rs…

    Tô ansiosíssima pelo post com a solução dos “cantões” ( que tb é o que mais me aflige, rs..)

    bjs

  9. Rosélis

    oi Jane! adoro ir a manicure…momento de relax e orgulho qdo vejo aquele vale profundo entre a unha e o dedo perfeitamente limpo e com um mega esmalte padrão “luxo-poder-e-cobiça”… e o que é melhor: a partir do exato momento que saio de lá a buchinha e o detergente passam automaticamente para as mãos do Seo Rubs! rsrsrs Mas, confesso que as amarras da manicure semanal me consomem pois quando falho, além de lavar a louça do domingo, passo a semana inteira mostrando detalhes de projetos apenas com a ponta da lapiseira e repousando as mãos sob a mesa nas reuniões…um verdadeiro trauma!!! vou arriscar tanto que farei o teste já! farei as fotos do antes e do depois e mando p vc! bjks

    1. Jane M

      Ro, vou amar ver o antes e depois! O lance da manicure pode manter, com as cutículas bem hidratadas elas conseguem pintar super bem, e ainda a cutícula dá uma voltadinha acima do esmalte ficando o contorno perfeito. Se joga nos vermelhão q o seu Rubs confidenciou que é chegado numa pia e no detergente neutro da Ipê kkkkk

  10. Eu parei de tirar as cutículas no fim de novembro, do ano passado. Comprei um monte de coisas, mas o que me deixou mais satisfeita foi aquela pomadinha Bepantol (à noite) e a canetinha Prime Cuticle da Dani do Unha Bonita (é mais cara, mas dura muito…uso todos os dias e ainda está na metade, depois de 9 meses de uso).

    Elas ainda não estão aquela maravilha igual da Zatz, mas está no caminho!

  11. Pingback: Guerra às cutículas–Entrevista com a Camila « Mulheres (Im) Possíveis

  12. Pingback: A verdade sobre as minhas unhas « Mulheres (Im) Possíveis

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s