A Danuza me disse

Esse ano eu ganhei de amigo secreto o livro novo da Danuza Leão, o É tudo tão simples!

Quem me apresentou a Danuza foi nossa amiga comum, a Lu Brasil. Na verdade a Lu me deu outro livro dela, chamado Quase Tudo e a partir daí virei fãnzona.

O É tudo tão simples é um manual de vida, um guia de comportamento, mas sem a menor pretensão. A Danuza ensina  a viver/sobreviver falando de si mesma, contando das suas histórias, suas viagens, suas opiniões e mostrando o resultado de suas auto-experiências, como por exemplo a mais recente, que foi simplificar a vida.

Tem um monte de coisa no livro que quero compartilhar e por isso criei a tag A Danuza me disse. Uma coisa que hoje estou com vontade de postar, e que foi a Danuza quem me disse, é que

como você não deve ter empregada fixa, quase ninguém tem, fica mais fácil, e seu jantar deve ser, sempre, uma folha de alface – pequena – e um copo de água. Só.

HAHAHAHA, tem como não amar?

Claro que ela está falando de um dos nossos temas favoritos: magreza! E espero que todo mundo aqui perceba o nosso (meu e dela, ownnn….) tom irônico, até porque no livro ela também recomenda:

Você tem que tomar uma decisão: engordar e ser feliz, ou ficar magra? Comer e emagrecer, tipo sanfona, dá trabalho.

Adoro saber que todas, incluindo as mulheres perfeitas, sofrem dos mesmos males que EU! Ai que alívio.

9 comentários sobre “A Danuza me disse

  1. ó, vou dizer: optei por ser feliz, viu? esse negócio de alfacinha não é comigo. eu adoro, mas antes de um bom prato!
    li todos os livros anteriores dela, mas esse não li ainda. dei mil dicas no natal, mas ninguém percebeu, e vou ter de comprar mesmo😦

    bj

  2. Magreza!
    Sabe que eu tinha a danuza como ícone, até ler um dos livros dela e senti uma certa pressão.
    Aí embirrei. Mas aprendi e sigo cois apra carai!

    Lembrei o nome: Na sala com Danuza. Acho que é isso!

    Mas enfim, vou tentar reamá-la por vc. Vâmo vê. Gostei da sua visão da Danuzinha Magreza infinita.

  3. claudia

    Nunca li o livro.. mas esta frase é verdade.. depois que descobri que sou adoro um vinho tinto.. que já tenho 40 anos.. que vinho faz bem para o coração e mal para os quadris.. estou neste dilema…ou sou magra ou sou feliz….e como diz um amigo meu.. vc passa na frente dos restaurentes vegetarianos todo mundo com cara de triste.. demagrado.. passa na frente do rodízio é alegria só.. é banal a comparação… mas a vida é banal nós é que complicamos.. beios

  4. Pingback: O Dia Internacional das Mulheres « Mulheres (Im) Possíveis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s