Seria o embarangamento um mal inevitável?

Minhas mais recentes pesquisas apontam para um dado alarmante: boa parte das mulheres na minha faixa etária embarangaram, e embarangaram feio!

Tudo bem que a vida não é fácil pra ninguém – me incluo totalmente nessa – e que ter filho/filhos pode roubar sua cintura, e que tem muito marido pior que a solidão, e que andar de ônibus/100 km de trânsito todo dia enche a gente de pé de galinha…. mas, né?

Meu maior medo é ter embarangado também e não ter perecebido, porque o que mais tem no mundo é gente que não se enxerga. Ô coisa triste, livrai-me meu Deus!

Não sei se há uma regra interna entre as mulheres de que com a idade você adquire o direito de ser meio caidinha, só sei que não compartilho. Muito pelo contrário. A idade impõe mais obrigações de ser arrumar, passar um rímel, usar uma roupa adequadíssima, nem que você tenha grana pra ter uma única calça preta ou jeans que preste! Foram-se os tempos em que tudo me caía bem.

Só as jovens, muito jovens, podem se dar ao luxo de uma roupa qualquer, uma sandália de dedo, e uma cara lavada.

Mas voltando ao tema, o embarangamento que observo tem a ver com corpo. As mulheres engordam (até aí normalíssimo) e continuam se vestindo com a mesma roupa de quando tinham 10 kilos a menos ou não se preocupam em voltar ao peso anterior, levando-as a usar cada vez mais roupas com cara de barraca de camping, preferencialmente estampadas.

Além da roupa, tem o estado de espírito da pessoa que não está bem com sua imagem, e aí vai ser afundando cada vez mais, deixando a vida levar!

Que a cara e a bunda caem, é fato. Agora deixar que isso me faça parecer 10 anos mais velha, vou evitar o máximo que for possível.  Fora quer o fato de estar gorda, magra, com ruga, esticada, tem que ser UM item do conjunto da obra e não a própria obra.

Outro detalhe: a noite, todo gato é pardo. Contextualizando: de roupa, arrumada, com a pele em dia e com cabelo em ordem, todo mundo é bonito!

E olha o que a Danuza me disse:

… a idade de ouro das mulheres, nos dias de hoje, é entre 45 e 55. É quando ela pode desfrutar da vida com maturidade e liberdade, sem querer o impossível, e valorizando muito mais o possível. E se ela se cuidar, vai continuar linda e sexy.

E apenas para fazer justiça: os homens também embaragam. E muito!

Anúncios

8 comentários sobre “Seria o embarangamento um mal inevitável?

  1. simone

    E não é que eu estava pensando nisso outro dia, e de mim mesma. Se nao tomamos cuidados, embarangamos mesmo…..acho que até estou um pouco relax com meus 36 aninhos e 2 guris….não é fácil mesmo…..mas temos de manter o padrão, rsrs. bjs.

  2. Rosangela

    Olha que esse é um assunto que tem me chamado a atenção ultimamente, rs. Será que a gente se enxerga como as pessoas nos vêem? Qual a imagem que a gente passa pras pessoas? Será que realmente parecemos (fisicamente) tão jovens como nossa cabeça acredita ser? Porque eu estou beirandos os 33 e me sinto ultra jovem, rsrs, tendo que acrescentar que tenho limites (e muitos) com o que visto. Na verdade, meu medo é de aparentar ser séria demais… Quanto ao corpo, tô sempre começando uma dieta que não tem sequencia. Odeio academia. E já acumulo alguns quilos que em outros tempos perderia sem comer em apenas numa tarde de raiva por alguma coisa que não deu certo, hehehe. Bjs

  3. Luciene

    Jane não colocou imagem neste post porque? Lembrando dos homens outro dia uma colega postou uma foto no face de um encontro com o pessoal do Damy (lembra disso!) pois é os gatinhos dos velhos tempos cheios de calvícies, mas sabe que achei bem justo. O Claudinho é quase um careca, adorei. mas o pior mesmo é continuar com cabeça de 10 anos atras e corpo de 10 anos pra frente.

  4. Samanta

    Ué, não colocou foto porque ficou com medo de estar embarangando? rsrsrs
    Brinks, mas a ditadura da beleza é uma MERDA, e a juventude não é eterna…

    O que vale é se cuidar pra ser saudável e se gostar, e não pra agradar a vista alheia, é o que acredito.
    Acho ridículo Barbies da terceira idade, mulheres que acham que porque mantém o corpitcho dentro das ‘medidas padrão’ (ou seja, abaixo do saudável), acham que podem desfilar feito adolescentes pela cidade afora, Discrição e estilo é tudo.
    Bjs

    1. Samanta muito medo nega, muito!
      Mas falando sério, fico feliz em perceber que vc e a Lu (e acho que no fundo todo mundo, até eu) achou esse post pelado sem imagem, mas naõ achei nada que “tocasse meu coração” (uiiii). Sempre busco as imagens com muito cuidado, acho que dão um tchãnnnn todo especial mesmo nos posts.
      Bjos

  5. Eu ri do “Outro detalhe: a noite, todo gato é pardo. Contextualizando: de roupa, arrumada, com a pele em dia e com cabelo em ordem, todo mundo é bonito!”. Verdade, verdadeira.

  6. Gisley

    Eu me assusto com os homens…aquele gatinho da facul ou do 2 grau (não sei como chama hj kk) lindo, perfeito se torna o cara mais FEIOOO do mundo, e eu penso> QUANTAS NOITES EU PERDI PENSANDO NELE KKKKK

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s